Qualquer Coisa Serve – Theodore Dalrymple

Qualquer Coisa Serve - Theodore Dalrymple A Inglaterra e o Ocidente estão atolados por uma cultura de mentira, cegueira voluntária e engano de motivação ideológica, argumenta Theodore Dalrymple em sua brilhante antologia de ensaios escritos entre 2005 e 2009 para o New Enalish Review. Do politicamente correto entre médicos às falhas da Organização Mundial de Saúde, da revolta de jovens das periferias de Paris à mudança de sexo aos doze anos de idade e do colapso da nossa bolha econômica ao fracasso do sistema de justiça criminal, tudo remonta à morte da honestidade. Com esta antologia de ensaios, Theodore Dalrymple propõe aos leitores uma pausa para a reflexão sobre o apodrecimento moral da cultura moderna e o efeito pernicioso do politicamente correto na sociedade.

Sobre o autor

Anthony Daniels, o psiquiatra britânico que escreve com os pseudônimos Theodore Dalrymple, Edward Theberton e Thursday Msigwa, atuou profissionalmente em periferia de grandes cidades, prisões e países como o Zimbábue e a Tanzânia, além de outros do Leste Europeu e América Latina. A partir de sua experiência como médico e de sua clara inclinação conservadora, desponta como um crítico cultural e social implacável, avesso à celebrada noção de “Estado de bem-estar social”. É membro sênior do Manhattan Institute e colabora com veículos como The TimesThe Salisbury ReviewNational ReviewThe Daily TelegraphThe Observer e The Spectator. Recebeu o Prêmio da Liberdade, em 2011, na Holanda.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *