Maquiavel ou a confusão demoníaca – Olavo de Carvalho

Maquiavel ou a confusão demoníaca - Olavo de CarvalhoA origem deste ensaio remonta ao curso de filosofia política proferido em 2004 por Olavo de Carvalho aos alunos de Administração Pública da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Das notas preparadas para essas aulas, o autor redigiu a primeira versão do ensaio, que foi pensado como um dos capítulos de uma obra maior sobre a mentalidade revolucionária, mas acabou sendo editado à parte em 2011 em virtude de sua extensão. A presente edição acrescentou ao texto principal alguns artigos do autor que ilustram de um modo ou de outro o argumento central desenvolvido por Olavo em sua análise da obra de Maquiavel.

Sobre o autor

Olavo de Carvalho, nascido em Campinas-SP, em 29 de abril de 1947, tem sido saudado pela crítica como um dos mais originais e audaciosos pensadores brasileiros. A tônica de sua obra é a defesa da interioridade humana contra a tirania da autoridade coletiva, sobretudo quando escorada numa ideologia “científica”. Para Olavo de Carvalho, existe um vínculo indissolúvel entre a objetividade do conhecimento e a autonomia da consciência individual, vínculo este que se perde de vista quando o critério de validade do saber é reduzido a um formulário impessoal e uniforme para uso da classe acadêmica.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *