Os fundamentos últimos da ciência econômica – Ludwig von Mises

Os fundamentos últimos da ciência econômica - Ludwig von MisesLançado originalmente em 1962, Os Fundamentos Últimos da Ciência Econômica corrobora os esforços de Ludwig von Mises, por mais três décadas, para a análise de questões filosóficas, que anteriormente foram discutidas nas obras Problemas Epistemológicos da Economia (1933), Ação Humana (1949) e Teoria e História (1957). Ao longo de oito capítulos importantes questões epistemológicas sobre a Economia e outras Ciências Sociais, além de apresentar críticas devastadoras ao materialismo, ao positivismo e à outras percepções errôneas sobre a natureza da ação humana e da dinâmica social. Esta edição traz um prefácio de Israel M. Kirzner, uma apresentação de Alberto Oliva, um posfácio de Hans-Hermann Hoppe e notas do editor.

Sobre o autor

Ludwig von Mises é o maior expoente da chamada Escola Austríaca de economia, fundada por Carl Menger. Professor e economista com larga erudição e inteligência brilhante, sua obra vai muito além da análise econômica, e absorve um sem sem número de perspectivas éticas, jurídicas e filosóficas. No tratado Ação Humana, Mises apresenta uma visão integral da economia, libertando-a do positivismo matemático e meramente estatístico, para tratá-la como a ciência eminentemente humana – e nem por isso menos rigorosa – que é. Teórico do método denominado praxeologia, ou ‘lógica da ação humana’, o autor observa que os eventos econômicos são o resultado das ações concretas dos homens, cuja intenção será sempre deixar um estado de menor satisfação para atingir um estado de maior satisfação, independentemente do valor moral intrínseco desse estado.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *