Fédon ou Da alma – Platão

Fédon ou Da alma - PlatãoAmbientado no cárcere de Atenas, o Fédon mostra Sócrates e seus discípulos no último dia da existência do mestre, que, condenado à morte, tomará a cicuta antes do pôr do sol. A leitura do Fédon, cujo tema é a morte na perspectiva da imortalidade da alma e de sua transmigração (metempsicose), comove-nos e prende-nos a cada palavra – pois diz respeito a todos nós que morreremos algum dia. Sócrates, de maneira imperturbável e serena, ministra sua derradeira lição, mais prática do que teórica, pois está na iminência de morrer! Mas essa lição é de como morrer sem temor, sem horror, sem amargor e, sobretudo, com esperança e dignidade.

Sobre o autor

Platão (em grego antigo: Πλάτων, transl. Plátōn) foi um filósofo e matemático do período clássico da Grécia Antiga, autor de diversos diálogos filosóficos e fundador da Academia em Atenas, a primeira instituição de educação superior do mundo ocidental. Juntamente com seu mentor, Sócrates, e seu pupilo, Aristóteles, Platão ajudou a construir os alicerces da filosofia natural, da ciência e da filosofia ocidental. Acredita-se que seu nome verdadeiro tenha sido Arístocles.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *