Ensaios Publicados – 1966-1985 – Eric Voegelin

Ensaios Publicados – 1966-1985 - Eric VoegelinCada um destes textos indispensáveis para os voegelinianos e instigantes para todos os interessados em filosofia contemporânea está nos Ensaios Publicados – 1966-1985: as últimas palavras escritas por Eric Voegelin, já no leito de morte; sua revisita ao problema da ascensão do totalitarismo; suas ideias sobre a relação entre fé e filosofia; sua crítica à filosofia moderna, especialmente a Hegel; sua defesa dos estudos clássicos, contra a vulgaridade dos tempos recentes; sua análise da novela A Volta do Parafuso, de Henry James; seu debate com Thomas J. J. Altizer, famoso “teólogo da morte de Deus”. Organizado pelo diretor do Eric Voegelin Institute, Ellis Sandoz, o livro reúne artigos publicados por Voegelin durante seus últimos vinte anos de vida, incluindo os célebres “Evangelho e cultura” e “Imortalidade: experiência e símbolo”. Os quatorze escritos abordam os temas considerados mais importantes pelo filósofo – e segundo seu pensamento maduro, que corrige eventuais imprecisões anteriores.

Sobre o autor

Um dos pensadores mais originais do século XX, Eric Voegelin, alemão radicado nos Estados Unidos, foi orientado em sua dissertação por Hans Kelsen na Universidade de Viena. Tornou-se professor na mesma instituição, sendo demitido pelos nazistas após a anexação da Áustria à Alemanha. Lecionou também em Harvard, Stanford e Munique, mas foi na Universidade do Estado da Louisiana que passou a maior parte de sua carreira. Sua obra passa pelos campos da ciência política, filosofia política, filosofia da história, história das ideias e filosofia da consciência. Foi um escritor prolífico. Grande crítico de Karl Marx e dos movimentos revolucionários, exerceu influência sobre Leo Strauss e Russell Kirk.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *