Crítica ao intervencionismo – Estudo sobre a política econômica e a ideologia atuais – Ludwig von Mises

Crítica ao intervencionismo - Estudo sobre a política econômica e a ideologia atuais - Ludwig von MisesA obra apresenta de modo pioneiro a teoria misesiana do intervencionismo, entendido como um sistema econômico que procura ser uma via intermediária entre o capitalismo e o socialismo. Em Crítica ao Intervencionismo, ao longo de seis ensaios, Ludwig von Mises aponta as falhas inerentes à proposta de economia de mercado controlada, analisa os erros tanto do liberalismo social quanto do antimarxismo, por abdicarem da defesa intransigente da liberdade econômica, e discute os problemas do controle dos preços e da nacionalização do crédito. A edição inclui escritos de Adolfo Sachsida, de F. A. Hayek, de Richard M. Ebeling, de Margit von Mises, de Hans F. Senholz, de Donald C. Lavoie e de Murray N. Rothbard.

Sobre o autor

Ludwig von Mises é o maior expoente da chamada Escola Austríaca de economia, fundada por Carl Menger. Professor e economista com larga erudição e inteligência brilhante, sua obra vai muito além da análise econômica, e absorve um sem sem número de perspectivas éticas, jurídicas e filosóficas. No tratado Ação Humana, Mises apresenta uma visão integral da economia, libertando-a do positivismo matemático e meramente estatístico, para tratá-la como a ciência eminentemente humana – e nem por isso menos rigorosa – que é. Teórico do método denominado praxeologia, ou ‘lógica da ação humana’, o autor observa que os eventos econômicos são o resultado das ações concretas dos homens, cuja intenção será sempre deixar um estado de menor satisfação para atingir um estado de maior satisfação, independentemente do valor moral intrínseco desse estado.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *