Como Pensar a Linguagem em Algumas Questões – Uma teoria do discurso humano e seus objetos – Mortimer J. Adler

Como Pensar a Linguagem em Algumas Questões – Uma teoria do discurso humano e seus objetos - Mortimer J. AdlerComo sinais e sons sem sentido se tornam as palavras significativas de uma linguagem natural? A que se referem as palavras com significância referencial? Qual é o significado das palavras que não têm significância referencial? Mortimer Adler sustenta que essas questões fundamentais não são tratadas satisfatoriamente nas duas principais filosofias da linguagem que dominaram o pensamento do século XX – as abordagens sintática e da “linguagem comum”. Apoiando-se na tradição iniciada por Aristóteles e que passa por Tomás de Aquino, João de Santo Tomás e Husserl, Adler levanta a possibilidade de uma nova abordagem, que descreve como “semântica e léxica”, fruto de mais de 50 anos de seus estudos em filosofia da linguagem. Ele faz uso dessa nova abordagem para responder a algumas questões problemáticas que os filósofos deixaram pendentes ou que, segundo Adler, não foram respondidas de maneira adequada. Em prosa despretensiosa e organizada, o autor fornece uma introdução límpida a várias questões filosóficas complexas, desafiando, ao mesmo tempo, algumas das doutrinas mais tenazes do pensamento moderno.

Sobre o autor

Mortimer J. Adler, notável teórico da educação, abandonou a escola aos quatorze anos de idade e posteriormente frequentou a Columbia University com a intenção de melhorar a escrita e tornar-se jornalista. Não concluiu a graduação, mas recebeu da universidade o título de doutor honorário. Passou a lecionar psicologia, escreveu obras filosóficas e publicou vários livros, de linguagem acessível, sobre a filosofia e religião ocidentais. Na década de 1930, tornou-se professor da Universidade de Chicago, ajudando a fundar, entre outros institutos, o Center for the Study of the Great Ideas. Entre suas principais influências, estavam Aristóteles, Santo Tomás de Aquino, John Locke e John Stuart Mill. Nascido em família judia, converteu-se quando adulto ao cristianismo.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *