As fronteiras da técnica – Gustavo Corção

As fronteiras da técnica - Gustavo CorçãoOs ensaios reunidos neste volume resultam da condensação e ordenação de uma série de conferências proferidas por Gustavo Corção a platéias bastante diversas, mas que têm o mesmo tema, abordado de pontos de vista complementares: o tecnicismo ― isto é, “a transplantação dos métodos, do critério e do estilo que são próprios da técnica para os domínios da vida moral”; “a ilusão de resolver os problemas da vida humana como se resolve um problema de linha de transmissão”. Com a clareza, a honestidade e o estilo ao mesmo tempo elevado e simples que lhe são próprios, Corção aborda o problema do tecnicismo desde as suas raízes filosóficas e históricas até as suas consequências nas áreas da política, da vida familiar e até mesmo da vida espiritual.

Sobre o autor

Gustavo Corção (Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 1896 – Rio de Janeiro, 6 de julho de 1978) foi um escritor, engenheiro, ensaísta e jornalista católico brasileiro, autor de diversos livros sobre política e conduta, além de um romance. Foi membro da antiga União Democrática Nacional (UDN) e um expoente do pensamento conservador no Brasil. Escreveu para diversos jornais, como Tribuna da Imprensa, Diário de Notícias e O Estado de S. Paulo. Seu único livro de ficção, Lições de abismo, é considerado uma das obras-primas da literatura brasileira, premiado pela UNESCO. Como escritor, Corção foi amplamente admirado e elogiado por nomes como Antonio Olinto, Raquel de Queiroz, Ariano Suassuna, Gilberto Freyre, Nelson Rodrigues e Manuel Bandeira.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *