A Mente Servil – Kenneth Minogue

A Mente Servil - Kenneth MinogueEm A Mente Servil – Como a democracia solapa a vida moral, Kenneth Minogue explora o caso de amor da intelligentsia com a perfeição social e revela que o sonho idealista está destruindo exatamente aquilo que tornou o inventivo mundo ocidental irresistível para os povos de terras estrangeiras. O livro examina como a moralidade ocidental passou a ser uma mera coleção de posturas “político-morais” a respeito de causas éticas admiradas – de resolver a pobreza mundial e criar paz e até mesmo a cura da mudança climática. Hoje, fazer os ruídos corretos e desfilar a própria decência essencial por meio das opiniões corretas tornou-se um substituto da responsabilidade moral individual.

Em lugar dela, afirma Minogue, pedimos a nossos governos que assumam o ônus e resolvam para nós nossos problemas sociais – e, especialmente, morais. A ironia é que, quanto mais permitimos que o Estado determine nossa ordem moral, mais precisaremos que nos digam como agir e como pensar. Eis a mente servil.

Sobre o autor

Kenneth Minogue (1930-2013) foi professor emérito de ciência política na London School of Economics. Ele escreveu livros sobre o liberalismo, o nacionalismo, a ideia de universidade, a lógica da ideologia, e, mais recentemente, a democracia e a vida moral. Publicou resenhas em muitos veículos, e foi colunista das publicações The TimesTimes Higher Education Supplement, entre outras. Seus livros mais recentes incluem Politics: A Very Short Introduction (Oxford University Press) e a coletânea Essays in Conservative Realism. Em 1986, ele apresentou uma série de TV em seis episódios sobre a economia libertária intitulada The New Enlightenment no Channel Four, reprisada em 1988. Presidente do Bruges Group de 1991 a 1993, atuou também no conselho do think tank Civitas. Nasceu na Nova Zelândia e formou-se na Austrália.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *