A Beleza Salvará o Mundo – Redescobrindo o homem numa era ideológica – Gregory Wolfe

A Beleza Salvará o Mundo - Redescobrindo o homem numa era ideológica - Gregory WolfeVivemos numa época extremamente politizada. Guerras culturais e conflitos cada vez mais partidários têm reduzido a discussão pública a meras gritarias em disputas ideológicas. Mas ao invés de apenas lamentarmos a vulgaridade das palavras de ordem de nossa época, devemos, segundo Gregory Wolfe, enriquecer a linguagem e elevar os debates através de um retorno às raízes mais profundas de nossa cultura, dialogando com grandes artistas e pensadores de outras épocas, mas sem perder a sensibilidade e as características do nosso tempo. Como insiste o próprio Wolfe, “se a arte não pode salvar nossas almas, pode ao menos fazer muito para remir a época, dando uma verdadeira imagem de nós mesmos, tanto no horror e tédio a que estamos sujeitos, quanto na glória que, por raros momentos, podemos ter o privilégio de vislumbrar”.

Sobre o autor

Escritor, editor e professor, Gregory Wolfe foi chamado de “uma das vozes mais incisivas e persuasivas de nossa geração” (Ron Hansen). Tanto como pensador quanto construtor de instituições, Wolfe tem sido pioneiro no ressurgimento do interesse na relação entre arte e religião — um ressurgimento que teve impacto generalizado tanto nas comunidades religiosas quanto na praça pública. Como defensor da tradição do Humanismo Cristão, Wolfe estabeleceu uma reputação como um pensador independente e não ideológico — às vezes desempenhando o papel de gadfly, mas, em última análise, buscando ser um conciliador e pacificador. Wolfe nasceu em 1959 e cresceu em Nova York, Long Island, e na costa sul de Boston. Ele recebeu seu B.A., summa cum laude, da Hillsdale College em Michigan e seu M.A. em literatura inglesa pela Universidade de Oxford.

Compartilhe

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *