O Homem Insuficiente – Luiz Felipe Pondé

O Homem Insuficiente - Luiz Felipe Pondé

O Homem Insuficiente – Comentários de Antropologia Pascaliana

Uma das dificuldades ao se tratar da antropologia pascaliana é a tendência contemporânea em reduzi-la sempre a uma de suas extremidades temáticas: ou Pascal é um teólogo jansenista, portanto datado, ou é um moralista cético, assombrado pela religião. Para Luiz Felipe Pondé, embora participe da rica tradição moralista francesa, praticando uma fenomenologia empírica das fraquezas e misérias humanas, Pascal é essencialmente um pensador do mistério da existência humana, em termos teológicos. Não faz “psicologia”, mas espiritualidade. Como se o filósofo abandonasse a diferença entre homem interior e exterior, assumindo, aliás, que a acentuação exagerada dessa diferença é uma razão segura para perder de vista um projeto consistente de antropologia.

Sobre o autor

Luiz Felipe Pondé é filósofo, doutor em Filosofia Moderna pela USP/Universidade de Paris e pós-doutor pela Universidade de Tel Aviv, Israel, professor da PUC-SP e da FAAP. É colunista da Folha de S.Paulo e autor de diversos livros, entre os quais Contra um mundo melhor, A filosofia da adúltera, Crítica e profecia e Guia Politicamente Incorreto da Filosofia, publicados pela editora LeYa.

Veja Também

Compartilhe

Comentários

Nenhum Comentário Ainda

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *