O Caminho da Servidão – Friedrich August Von Hayek

O Caminho da ServidãoConsiderado um clássico da filosofia política, da história cultural e intelectual e também da economia, esta obra de Hayek têm inspirado e também enfurecido muitos políticos, acadêmicos e o público em geral há pelo menos meio século.

Publicado em 1944, O Caminho da Servidão trouxe um alerta contra os perigos do controle estatal sobre os meios de produção. Para Hayek, a ideia coletivista de concentração do poder nas mãos do governo, com o controle econômico gradual, pode levar não a uma utopia, mas precisamente aos horrores de regimes como o nazismo, o fascismo e o comunismo.

Nas próprias palavras do autor, a promessa de maior liberdade tornou-se uma das armas mais eficazes da propaganda socialista, e por certo a convicção de que o socialismo traria a liberdade é autêntica e sincera. Mas essa convicção apenas intensificaria a tragédia se ficasse demonstrado que aquilo que nos prometiam como o caminho da liberdade era na realidade o caminho da servidão.

Sobre o autor

F. A. Hayek nasceu em Viena, Áustria, no dia 8 de maio de 1899, numa família de cientistas e professores acadêmicos. É um dos expoentes da Escola Austríaca de Economia e um dos mais importantes pensadores liberais do século XX. Tornou-se conhecido internacionalmente por suas importantes contribuições no campo da economia – que lhe renderam o Prêmio Nobel em 1974 – e passou também a ser igualmente respeitado pelas novas visões que trouxe ao pensamento liberal, nos campos jurídicos, político, filosófico e histórico. O Caminho da Servidão, publicado em 1944, tornou-se um brado de alerta contra os movimentos políticos que se expandiam na Europa Continental, ameaçando crescentemente a liberdade e os direitos individuais.

Veja Também

Compartilhe

Comentários

Nenhum Comentário Ainda

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *